Rio de Janeiro de carro


Iai galera, minha última viagem foi para o Rio de Janeiro agora em dezembro/15, e vou dar muitas dicas de como foi!

Planejamos meio em cima da hora (novembro) por causa da formatura da Marinha Mercante que tínhamos para ir lá, e aproveitamos para curtir o irmão do meu namorado e a esposa, que moram lá. Vários amigos nossos fizeram bate-volta de Navegantes a RJ, eu resolvi pegar 10 dias de férias e ir de carro, assim já conhecia a estrada, e o retorno seria pelo litoral paulista.

Saímos de SC a noite, e dormimos em Curitiba. De lá, na manhã seguinte, decidimos tocar direto. Tirando o trecho da serra para SP, achamos super sossegado para ir, passamos pela direita de SP, mais conhecido como Rodoanel.

rodoanel

As rodovias estavam tranquilas e bonitas, mas ficamos abismados com a quantidade de pedágios. Não pelo preço, mas pela distância extremamente curta entre eles. Outra coisa muito importante também, essa estrada não possuí postos de combustível, abasteça antes, e vá ao banheiro antes também. Tive que perguntar no pedágio onde tinha banheiro, e a moça falou que logo após do pedágio na direita tinha, é uma recepção do pedágio com água e banheiros, foi o que me salvou!

xIMG_3939

xIMG_3950

xIMG_3933

MOBILIDADE

Andar no Rio é muito fácil, na verdade, todas as cidades que tem metrô eu faço o download do mapa para o celular, ou pego em papel em algum lugar. O valor do metrô tá R$ 3,70 e você pode comprar o bilhete unitário na hora. Quando você quer ir para algum destino, basta olhar a última estação do seu trajeto no mapa, é através dele que você  vai pegar como base. Por exemplo, para ir até o Sambódromo, você tem que pegar o metrô sentido estação Uruguai.

metrorio

Chegamos no Rio a noite, nossos amigos moram em Copacabana bem perto da praia. Sobre o estacionamento para o carro, tivemos um pouco de sorte e colocamos perto de uma praça. Mas confesso que é um problema encontrar estacionamento nesta cidade.

Aproveitamos que era umas 23h e fomos para um barzinho jantar, adivinhem o que: feijoada no bar da Devassa! Infelizmente mal chegamos lá, e o celular do Bruno já estava cheio de fotos e acabou apagando a nossa primeira foto do Rio, eu como sou gordinha, tirei foto só da comida hahahaah.

IMG_3960

DIA 1 – MARACANÃ e BAR NO BAIXO GÁVEA

Como tivemos a colação a marinha logo no primeiro dia, já tínhamos compromisso de manhã. Na parte da tarde, corremos para o Maracanã para não perder o restante do dia.

xIMG_4019

Para chegar ao Maracanã foi simples, saímos da estação mais próxima, que era a Siqueira Campos, e pegamos o metrô sentido Maracanã. A saída do metrô dá de cara com o Maraca, simples, rápido e fácil!

Há 2 tipos de bilhetes, a visita guiada e sem guia, eles tem uma diferença de 10,00 só que a visita guiada é de hora em hora. Acabamos pegando sem guia mesmo.

Vista das arquibancadas. Estava tendo um jogo e vimos um gol (:

zIMG_4040

Vista do gramado

zIMG_4072

Vestiário dos jogadores

xIMG_4060

Dica: Não deixem para ir muito tarde nos passeios, muitas coisas fecham as 17h (com exceção cristo e pão de açúcar)

xIMG_4134

xIMG_4130

DIA 2 – Passeio no centro e lapa

Na quinta, como nossos amigos já estavam na cidade para o baile de sexta, aproveitamos o dia para passear no centro da cidade. Desça do metrô na estação Cinelândia, é lá que você encontrará diversas construções históricas.

Infelizmente a biblioteca que eu queria muito conhecer está em reformas há quase 2 anos.

IMG_4439

xIMG_4165

Está em exposição no Teatro do Banco do Brasil, vários cenários do Castelo Rá-Tim-Bum que pode ser visitado gratuitamente.

xIMG_4200

Depois de passar pela Petrobrás e pela igreja, chegamos aos famosos Arcos da Lapa, e foi por lá mesmo que nós terminamos o nosso dia, em um bar super animado, com música e comida boa, chamado Leviano Bar.

xxIMG_4429

xIMG_4235

xIMG_4227

xIMG_4223

DIA 3 – PetrópoliS E Sambódromo

– Cervejaria Bohemia
– Museu Imperial (SQN)
– Sambódromo da Marquês de Sapucaí

Neste dia, acordamos tarde e fomos para Petrópolis para conhecer a cervejaria da Bohemia. A estrada do Rio até lá, tem várias curvas #FicaDica. Ganhamos uma entrada gratuita por ter comprado um fardo de Bohemia no dia anterior, recortamos o bônus e levamos na Cervejaria. A história da Bohemia é muito legal, e é possível ver propagandas (pinturas antigas) igual aos do museu da Coca-cola em Atlanta, e também uma fábrica bem antiga. Depois de contarem as histórias, degustamos um chopp feito lá mesmo, e uma cerveja frutada com aromas de laranja. Eu não gostei muito de nenhum dos dois, mas no final do post eu mostro uma que tomei e gostei!

xDSC_7994

xDSC_7937

xxDSC_7941

xDSC_7989

xxDSC_7981

O ponto negativo da visitação é que as pessoas já estão bem robotizadas no que fazem, inclusive falam bem rápido, é preciso fazer um rodízio entre os funcionários pois tá bem ruim.

Bom, depois da saída do museu, tem o bar, onde nós compramos outros tipos de cervejas, então bebemos, comemos, conversamos e bebemos kkkkk. Na hora de ir para o Museu Imperial já eram 17h e o museu já estava fechado!

A cerveja que eu comprei lá e amei é a Caa-yari, ela é estilo Belgian Ale, e tem erva-mate, mas acredite, é muito saborosa! Pra quem curte uma cerveja de trigo, tem que experimentar!

122863437-1-3

Ahhh, o que falar do Sambódromo, saímos de Petrópolis fomos direto para o Sambódromo para não perdermos tempo, deixamos o carro em um estacionamento perto e entramos. Achei super legal, eu achei que fosse bem maior, de certo porque estava meio vazio, pegamos o ensaio da escola de samba Vila Isabel, e até Sabrina Sato passou lá sambando. Estava muito quente, e caiu uma garoa gostosa para refrescar. Todos pareciam muito felizes, gostei muito da energia da galera!

xxIMG_4406

DIA 4 – Principais pontos turísticos

– Cristo Redentor
– Escadaria Selarón
– Pão de Açúcar

Neste dia, não estava nada planejado como íamos para estes lugares. Fomos para a praia de Copacabana de manhã dar uma volta, e acabamos parando no Informações Turísticas da cidade que fica bem na orla. Ao lado deles um guia turístico tirou algumas dúvidas nossas, e ofereceu um pacote que levava para os 3 lugares por R$ 210,00 por pessoa.

Como sabíamos que a entrada no Cristo era de R$ 62,00 e o Pão de Açúcar era R$ 71,00 dava no total R$ 133,00 ou seja R$ 77,00 de transporte. Levamos em conta que de taxi nós iriamos gastar muito, e de metrô eu não poderia levar a minha câmera profissional. Fora o conforto da Van deixar você na porta, segurança e ter ar condicionado, valeu super a pena!

xxDSC_8046

xxDSC_8203

xDSC_8141

O que eu recomendo, é que vá de manhã cedo para o Cristo, fomos lá pelas 14h e o sol estava de rachar. O Pão de Açúcar dizem que é lindo no por do sol, mas quando chegamos lá, ainda estava alto o sol, poderíamos ter abandonado a van e ter ficado, mas estávamos cansados e eles nos deixaram bem pertinho de casa!

DIA 6 – praias

– Praia da Joatinga
– Praia da Barra
– Praia do Pepe

A praia do Pepe é pequena e muita mas MUITA gente joga futebol na beira da água, se você achar um espaço na areia, prepare-se para levar bolada. A praia também não tem estrutura pra alugar cadeiras e nem guarda-sol, também não tinha ninguém vendendo nada, então vá preparado. Já a praia da Barra é uma praia extensa, mas  na parte da tarde que fomos, estava ventando muito.

IMG_3208x

IMG_3231x

DIA 7 – forte de copacabana, bike itaú, shopping rio sul

Como estávamos em Copacabana, baixei o aplicativo Bike Rio, com ele você paga R$ 5,00 por bicicleta e tem direito a usar por 24 horas. Mas para isso, é necessário usar somente por 1 hora, caso contrário, é debitado do seu cartão, R$ 5,00 reais a hora adicional. Ao devolver a bike na estação, basta aguardar 15 minutos para poder retirar outra novamente.

Localizamos a estação mais próximas e saímos caminhar a pé, no caminho, encontramos uma agradável surpresa. A Feirinha que acontece nas Quartas na praça em Copacabana.

xIMG_4657

Eu não pude de deixar de comprar o Guaraná Jesus (fabricado no Maranhão) e não vende no sul. O refri tem um sabor refrescante mas bem adocicado, eu gostei!

IMG_3291x

Depois de caminhar a praça inteira, pegamos a bike e fomos direto para o Museu do Forte de Copacabana, lá entregamos as bikes e fomos fazer a visitação. A entrada custa R$ 6,00 por pessoa. Dentro do museu existe a Confeitaria Colombo, fomos lá de tanta indicação que tínhamos, porém, a comida era horrível, além de fria, o atendimento foi péssimo. Não vou nem por a foto da comida, é de chorar!

De lá, pegamos outra bike e tocamos direto ao Shopping comprar algumas coisas e almoçar algo gostoso (mas já eram umas 16h da tarde kkkk). Fomos ao The Fifties, confesso que uma vez que fui em Curitiba eu detestei o lanche, desta vez, escolhi um de outra categoria e adorei!

xIMG_4642

Nosso retorno foi de metrô. Estávamos muito cansados para andar de bike, tudo que eu queria era tomar um banho e descansar um pouco!

DIA 8 – Pedra do arpoador

Como fizemos uma viagem pouco planejada, fomos até a Lapa para pegar o Bondinho de Santa Tereza, no dia 2 em que passeamos pelo centro com os amigos, nós íamos fazer este passeio, porém chegamos as 17:30h e falaram que fechava as 17h!

Já neste dia, chegamos as 16:30h e adivinhem só? O bondinho fechava as 16h! SIM recebemos a informação errada e fomos lá a toa, o Bruno adora um trem, e ele estava tão empolgado para ir, tadinho, fiquei com pena! Mas aproveitamos para dar mais um rolé no centro, olhamos as cangas, chapéus nos camelôs, só que desta vez, estava tudo muito cheio e o sol bem quente. Da estação Cinelândia, fomos direto para a General Osório para ver o por do sol.

Bruno chateado hahahahah

xIMG_4653

Bom pelo pouco que o Bruno pesquisou, a vista do Arpoador (que é essa aí ao fundo abaixo), é muito conhecida pelo por do sol, então nos programamos para ir apenas no final do dia mesmo. Uma pena é que o tempo estava meio fechado, mas na minha opinião, a natureza é sempre perfeita.

xIMG_4694

xxIMG_4658xIMG_4667

DIA 9 – Bondinho de santa tereza

Nosso último dia no Rio acordamos cedo, mas não por que era o último dia, era porque tínhamos que sair do Rio as 15h com os amigos para irmos para Angra dos Reis, combinamos de ficar em Ilha Grande no final de semana. Então, conferimos os horários do Bondinho na internet (hahah)

zIMG_4766

O bondinho não está fazendo o trajeto completo por conta do acidente que teve há um tempo atrás, mas está previsto para voltar a funcionar 100% nas Olimpíadas. O mais legal é que ele passa por cima dos Arcos da Lapa, eu amei!!! Em um outro post eu conto um pouco melhor sobre como foi ficar em Ilha Bela, mas já vai um Spoiler: é maravilhosa!

zIMG_4767

zIMG_4774

zIMG_4747

Pra concluir posso dizer que o Rio de Janeiro superou todas as minhas expectativas, eu nunca tive curiosidade de conhecer, mas confesso que eu estava perdendo muita coisa boa!

Informações Adicionais

– Não deixem para ir muito tarde nos passeios, muitas coisas fecham as 17h (com exceção cristo e pão)
– Não deixe de conhecer a Lapa, tomar caldinho de feijão e o Arpoador
– Cuide dos seus pertences, a cidade não tem uma fama boa, mas é só se cuidar

Deixe uma resposta